Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

Vereador lamenta desistência de hospital veterinário público

Pedro Kawai, em entrevista ao Primeiro Tempo, falou de suas recentes atividades parlamentares, do hospital veterinário e da nova taxa de coleta de resíduos sólidos




O recente anúncio do rompimento do convênio entre a prefeitura e governo do estado para a construção de um hospital veterinário público na cidade de Piracicaba foi um dos assuntos abordados durante entrevista, ao vivo, concedida pelo vereador Pedro Kawai (PSDB) ao programa “Primeiro Tempo”, exibido na noite da última quinta-feira (12).


O parlamentar lamentou a desistência da construção do hospital por parte do Executivo municipal, e lembrou que “ já estava tudo certo, tudo combinado”. “Essa parceria tinha sido, inclusive, aprovada por essa Casa, onde foram apresentadas três opções de terreno”, afirmou.


Ele disse, agora, que espera novas manifestações do Executivo sobre o tema: “vamos aguardar, ele (prefeito) falou que terá uma compensação, um outro tipo de atendimento, alguma outra contratação para atender essa demanda”.


Outro ponto destacado pelo vereador foi o PLC 9/2021, de autoria do Executivo, que dentre outras disposições, muda a nomenclatura da atual “Taxa de Prestação de Serviços Públicos de Coleta e Remoção de Lixo” para “Taxa de Utilização do Serviço Público de Manejo de Resíduos Sólidos Urbanos Domiciliares”, além de alterar a base de cálculo do tributo, majorando-o.


O vereador criticou a nova fórmula do cálculo que, segundo ele, incide de forma igual entre os bairros mais nobres e a periferia da cidade, sem a previsão de uma compensação por parte do Executivo para as áreas mais pobres, como praticada atualmente. “Infelizmente a prefeitura pegou o valor total e rateou igualmente entre os munícipes, e a gente não pode aceitar isso da forma como foi colocado”, disse Kawai.


Durante a entrevista, o parlamentar também falou do início das obras para a troca da antiga tubulação subterrânea de água na Paulista, das recentes visitas feitas por ele aos barracões do Engenho Central, para verificar denúncias de suposto armazenamento irregular de materiais do Salão Internacional do Humor, e também falou sobre os prazos de resposta aos requerimentos feitos pelos parlamentares ao Executivo municipal.




Texto: Fabio de Lima Alvarez - MTB 88.212

Supervisão: Rodrigo Alves - MTB 42.583

Imagens de TV: Bira Toledo - MTB 27.332 / TV Câmara

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946

1 visualização0 comentário