Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

Transferência da PF para a Pinacoteca não está fechada, diz delegada

Rai e Kawai conversaram com a delegada Melissa Maximino Pastor, na última sexta-feira; delegada disse que transferência para Pinacoteca não está acordada.



A ocupação do prédio da Pinacoteca Municipal Miguel Dutra pela Polícia Federal não é ainda um fato consumado. Essa foi uma das informações colhidas pelos vereadores Rai de Almeida (PT) e Pedro Kawai (PSDB), em conversa com a delegada Melissa Maximino Pastor, na última sexta-feira (3).


Aos vereadores, a delegada afirmou que se surpreendeu quando viu ser veiculado nos jornais da cidade que a transferência da PF para a Pinacoteca estaria fechada e resolvida. Destacando a necessidade de ir para um novo imóvel, dada as condições atuais do prédio no qual hoje está instalada a PF em Piracicaba, a delegada Melissa Pastor afirmou que, de fato, a PF está à procura de um novo prédio e estudando as possibilidades oferecidas pelo prefeito – sendo que, apesar de o prédio da Pinacoteca estar dentro dos padrões necessários e desejados pela PF, não está certa ou resolvida a questão.


À delegada, a vereadora Rai de Almeida expôs a situação que envolve o prédio da Pinacoteca hoje – sua necessidade de reforma e manutenção – e destacou também que entende não ser razoável que a polícia ocupe um espaço que é patrimônio artístico. "O prédio da Pinacoteca faz parte do Patrimônio Histórico e Cultural da cidade de Piracicaba. Sua preservação, como tal, como um próprio público municipal pertencente à cultura, é fundamental para história material e imaterial das artes piracicabanas e para a própria história da cidade", disse Rai à delegada.


O vereador Pedro Kawai destacou que entende a necessidade de a PF mudar-se para outro prédio que tenha condições melhores e mais adequadas para recebê-la. Nesse sentido, o vereador salientou que há outras alternativas de imóveis na cidade – e que uma decisão como essa não pode ser tomada de forma imediata, sob pena de eventualmente vir a se prejudicar a própria Polícia Federal – que merece um local mais amplo e mais adequado para atender suas demandas. "Me coloco inteiramente à disposição da PF para encontrarmos um prédio adequado para ela", afirmou o vereador à delegada.


Durante o encontro, foram também levantadas questões referente a aspectos legais e relativos à natureza de um próprio público tombado, como é o prédio da Pinacoteca. Todavia, essas questões ficarão ainda para serem melhor debatidas em um novo contato desses vereadores com a delegada – a quem Rai e Kawai agradeceram pela gentileza da acolhida e abertura para um diálogo franco e produtivo.


Como encaminhamento da reunião, os vereadores ficaram de combinar com a delegada Melissa uma nova data e horário para apresentarem a ela outros prédios do munícipio que, mediante estudo e dentro do devido processo legal no legislativo, possam vir a receber a PF.




Texto e foto: Assessoria parlamentar


3 visualizações0 comentário