Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

Solenidade reconhece trabalho do profissional de assistência social

De iniciativa dos vereadores Ana Pavão (PL) e Pedro Kawai (PSDB), reunião solene homenageou cinco mulheres


“Vocês são exemplos da profissão que escolhi para mim, tenho orgulho de ser assistente social”, declarou a vereadora Ana Pavão (PL), uma das autoras da reunião solene em alusão à Semana Municipal do Serviço Social e ao Dia do Profissional de Assistência Social, realizada na noite desta terça-feira (31).


A solenidade, que também é de iniciativa do vereador Pedro Kawai (PSDB), homenageou cinco assistentes sociais: Odilia Pereira do Nascimento, Marivete da Silva Sendin, Ana Lúcia Scagnolato, Maria Elisa Botene Usberti e Maria Lucia Di Giaimo Pianelli Sant'Anna.


“O profissional da assistência social é um grande parceiro das políticas públicas, ele carrega no seu DNA da profissão a construção; a elaboração; o acompanhamento e isso que é fundamental para o serviço público ser eficiente” afirmou o vereador.


A real compreensão acerca da profissão, os avanços alcançados ao longo das décadas e os desafios enfrentados na atualidade, como a falta de recursos em instituições e o engessamento das políticas públicas foram abordados por Ana Lúcia Scagnolato, que falou em nome de todas as homenageadas. “Afirmo com propriedade, pois é impossível abraçar essa profissão e não se sentir desafiada em muitos momentos da vida profissional”, declarou.


Apesar dos desafios, a homenageada ressaltou que os assistentes sociais são “profissionais intelectuais, dotados de saberes e deveres” que também enfrentam a dificuldade de romper com “as amarras sociais, políticas e econômicas da macroestrutura econômica que se consolida e se cristaliza cada dia mais”.


Homenageadas

Nascida em Ladainha (MG), Odilia Pereira do Nascimento veio para Piracicaba em 1983 e integra a Guarda Civil Municipal desde 1998. Em 1995, formou-se no magistério e, em 2003, graduou-se em serviço social pelas Faculdades Integradas Maria Imaculada, em Piracicaba. Assumiu o serviço social na GCM em 2016 e, desde então, faz um trabalho voltado à saúde do servidor e de seus familiares. Atualmente, junto aos demais setores (psicologia e Núcleo de Apoio Administrativo), procura orientar, acompanhar e encaminhar o servidor ao atendimento em clínicas, ao Caps e a médicos em geral.


Marivete da Silva Sendin fez o curso de assistente social entre 1989 e 1993, iniciado na Universidade de Marília e concluído nas Faculdades Integradas Maria Imaculada. Trabalhou no Crami (Centro Regional de Atenção aos Maus-Tratos na Infância), na Casa Transitória para Meninas, no Projeto NAM (Núcleo de Aperfeiçoamento Multiprofissional) e em projeto para retirada de crianças que trabalham no lixão junto de familiares, ambos pela Casa do Bom Menino. Pela Caixa Econômica Federal, fez projetos sociais em habitação e trabalhou na coordenação e execução de trabalho social para a Emdhap.


Ana Lúcia Scagnolato fez graduação em serviço social e especialização em metodologia do ensino superior pelas Faculdades Integradas Maria Imaculada (onde atuou por 22 anos como docente) e mestrado e doutorado pela Unesp. Por 13 anos, trabalhou como assistente social na Prefeitura de Piracicaba. É analista de recursos humanos sênior da ArcelorMittal, onde está há quase 19 anos.


Maria Elisa Botene Usberti iniciou as atividades em serviço social em 1986, na então Secretaria do Bem-Estar, na região da Vila Cristina e do Novo Horizonte. Em 1996, foi transferida para a Secretaria de Saúde, na unidade de saúde e pronto-atendimento da Vila Sônia. Com a municipalização da Saúde, foi para o Serviço de Avaliação e Controle, junto à Regulação de Eletivas Hospitalares, com exames e cirurgias de alta e média complexidade em Piracicaba e região. Foi membro do Conselho do Idoso por 12 anos e fez parte do Comitê de Oncologia, onde representa o município na comissão de acompanhamento de contratos hospitalares.


Maria Lucia Di Giaimo Pianelli Sant'Anna começou como estagiária, entre 1975 e 1976, na Dedini Serviço Social, onde se tornou assistente social em 1977, mesmo ano de sua formação na área. Com a fusão das empresas, foi transferida para a Dedini Indústrias de Base, onde se aposentou em maio de 1997. Continuou na empresa até 5 de agosto de 2015. Em 40 anos de trabalho, atuou para dar tranquilidade aos funcionários, ajudando-os na resolução de problemas.


Texto e foto: Câmara de Piracicaba


16 visualizações0 comentário