Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

"Sempre alerta": Dia do Escoteiro é celebrado em solenidade na Câmara

Reunião solene alusiva ao Dia Mundial do Escoteiro, proposta neste ano pelo vereador Pedro Kawai, destaca papel educacional do movimento em Piracicaba


Foto: Davi Negri - MTB 20.499

Com trajes característicos, insígnias, lenços e bandeiras, crianças, jovens e adultos participaram na noite desta quarta-feira (13), no Salão Nobre “Helly de Campos Melges” da Câmara Municipal de Piracicaba, de uma reunião solene alusiva ao Dia Mundial do Escoteiro, celebrado anualmente em 23 de abril.


A data é uma homenagem a São Jorge, o santo guerreiro, símbolo de bravura, padroeiro do movimento escotista, fundado na Inglaterra, em 1907, pelo general Robert Stephenson Smyth Baden-Powell.


Segundo vídeo produzido pela União dos Escoteiros do Brasil e exibido durante a solenidade, o escotismo é o maior movimento educacional de jovens do Brasil e do mundo, com cerca de 50 milhões de praticantes: “todas as unidades escoteiras tem o mesmo propósito: contribuir para que o jovem assuma o seu próprio desenvolvimento, fortaleça o seu caráter e desenvolva suas potencialidades ao máximo, sejam elas físicas, intelectuais, sociais, afetivas ou espirituais. A ideia central é educar para formar cidadãos responsáveis, participantes ativos e úteis em suas comunidades”, traz a produção audiovisual.


Na Câmara Municipal de Piracicaba, a solenidade em homenagem ao Dia Mundial do Escoteiro acontece desde 2011, e foi instituída por meio do decreto legislativo 06/2011.

A cerimônia, há alguns anos, é realizada a pedido do vereador Pedro Kawai (PSDB), e tradicionalmente homenageia praticantes de destaque dentro do movimento. No entanto, devido à pandemia, em 2020 e 2021 as solenidades precisaram ser suspensas: “não é de hoje que a Casa faz essa solenidade de reconhecimento. Normalmente, nela se faz a escolha dos escoteiros e “lobinhos” que se destacam ao longo do ano, mas, por conta da pandemia, as atividades estavam on-line e não houve essa eleição. Então, nós optamos neste ano, nesta retomada, por fazer uma homenagem mais ampla, direcionada aos diversos grupos de escoteiros existentes em Piracicaba”, explica o parlamentar.


Durante a homenagem, quadros alusivos às comemorações do Dia do Escoteiro foram entregues a representantes do Grupo de Escoteiros Tamandaré, do Grupo de Escoteiros da Cidade de Piracicaba e do Grupo de Escoteiros São Mário, que foram reconhecidos por seu trabalho e trajetória de décadas com crianças, jovens e adultos.


“Com o escotismo eu tive a oportunidade de desenvolver várias habilidades pessoais. O escotismo é isso, um movimento voltado para jovens e que nos ensina valores e respeito, independentemente de raça, cultura e religião. Nosso lema é sempre alerta, que significa estar sempre atento para ajudar ao próximo em toda e qualquer ocasião”, diz Miguel Godtsfriedt da Silva, de 11 anos, que subiu ao púlpito para falar em nome dos membros juvenis dos escoteiros do Brasil.


Destaque educacional e volta à natureza- Segundo Edison Benato, Comissário do 23º Distrito Abaeté e que representou na solenidade a União dos Escoteiros do Brasil, “nestes dois últimos anos a Escoteiros do Brasil esteve entre as cem melhores ONGs do país, e em 2021 recebeu o prêmio de destaque na categoria de educação, sendo escolhida como a melhor”.


Agora, segundo o comissário, é hora de retomar as atividades ao ar livre, uma das características marcantes do movimento.


O movimento de retomada das atividades na natureza é também aguardado pelo escotista veterano Paulo Campos, que fala com orgulho de sua trajetória e do amadurecimento do movimento em piracicabano desde a década de 1970: “Piracicaba precisa dos escoteiros e os escoteiros precisam do movimento. Sou muito grato pelo que o escotismo me deu.


Aprendi que a gente tem que ser humilde e altruísta. Acredito que agora, com o fim da pandemia, nós poderemos voltar a fazer aquele escotismo agitado, pois escoteiro é igual formiga carpinteira, um bicho agitado que vive em meio à natureza”.


“Foram 2 anos tristes de perdas, e a nossa esperança está no novo, e as crianças são o novo. São elas quem vão decidir que rumo o meio ambiente vai tomar, que rumos a educação no nosso país vai tomar, e é por isso que tenho orgulho de fazer parte do movimento escoteiro, pois o movimento escoteiro traz para nós essa alegria e essa responsabilidade da retomada, do recomeço”, conclui Pedro Kawai.





O vídeo completo da reunião solene:



Texto: Fabio de Lima Alvarez - MTB 88.212

Supervisão: Rodrigo Alves - MTB 42.583

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lembro-me quando, pela primeira vez, trabalhei na Festa das Nações. Tinha 12 anos e, com meu pai e irmã, ajudei na montagem da barraca japonesa. Limpava e servia as mesas e varria o chão. Me sentia im