Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

Plenário aprova pedido de informações sobre limpeza e corte de mato

Requerimento assinado por Pedro Kawai (PSDB) pede ao Executivo cópia de contrato com empresa terceirizada de limpeza urbana e corte mato e nomes da equipe de fiscalização


Os serviços de corte de mato em vias públicas e de limpeza urbana em Piracicaba voltaram a figurar dentre as matérias deliberadas e aprovadas na noite desta quinta-feira (17), durante a 5ª reunião ordinária de 2022 da Câmara Municipal de Piracicaba.


De autoria do vereador Pedro Kawai (PSDB), o requerimento 199/2022, pede que o Executivo municipal disponibilize cópia, "capa a capa", do contrato firmado com a empresa Ecoterra Serviços de Limpeza LTDA", para execução de limpeza e corte de mato em vias públicas do nosso município".


O assunto já foi tema do requerimento 36/2022, aprovado em janeiro deste ano e respondido no mês seguinte pelo secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente, Alex Gama Salvaia. Nele, em resposta à pergunta "quem é o responsável no Poder Executivo Municipal de fiscalizar a execução do contrato de limpeza e manutenção das vias públicas do município?", o titular da pasta responde que "compete ao Departamento de Controle e Fiscalização a Execução dos serviços".


Kawai, no entanto, no requerimento mais recente, aprovado durante a 5ª reunião ordinária, diz que apesar das respostas anteriores, ainda restam dúvidas, e portanto, agora, ele quer saber "quem são os integrantes do Departamento de Controle e Fiscalização, mencionado na resposta do item 04 do requerimento nº. 036/2022? Favor informar nome completo, função, cargo e modo de contratação".


As informações solicitadas pelo parlamentar, em consonância com a Lei Orgânica do Município, devem ser apresentadas à Câmara em até 15 dias contados do protocolo do requerimento junto à Prefeitura.



Texto: Fabio de Lima Alvarez - MTB 88.212

Supervisão: Rodrigo Alves - MTB 42.583

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lembro-me quando, pela primeira vez, trabalhei na Festa das Nações. Tinha 12 anos e, com meu pai e irmã, ajudei na montagem da barraca japonesa. Limpava e servia as mesas e varria o chão. Me sentia im