Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

Moção enaltece empresa na conquista de prêmio socioambiental

Pedro Kawai parabeniza a Dedini S/A Indústrias de Base, pelo Prêmio Socioambiental do Instituto Internacional de Pesquisa e Responsabilidade Socioambiental Chico Mendes



Moção de aplausos 120/2021, aprovada em discussão única, na 17.ª reunião extraordinária de ontem (17), parabeniza a empresa Dedini S/A Indústrias de Base, pela conquista do Prêmio Socioambiental do Instituto Internacional de Pesquisa e Responsabilidade Socioambiental Chico Mendes, na pessoa do seu diretor presidente, Giuliano Dedini Ometto Duarte. A entrega da honraria acontecerá em data aportuna.


No teor da moção, o vereador Pedro Kawai realça o reconhecimento da empresa perante o mercado internacional, que atua em prol do desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o setor sucroenergético, aliado a projetos ambientais realizados internamente, que também se volta à comunidade.


Também acentua que o Instituto Chico Mendes é uma ONG (Organização Não Governamental) que desenvolve programas, com ações e projetos que buscam a conservação dos recursos naturais, para a melhoria da qualidade de vida, dessa, e das futuras gerações. "Para ser merecedora desse reconhecimento, além do desenvolvimento de tecnologias, a Dedini tem investido em projetos ambientais e na formação de multiplicadores dessas boas práticas", enfatiza o parlamentar.


Kawai também observa que um dos destaques, no que diz respeito à tecnologia desenvolvida pela Dedini, a serviço do meio ambiente, é a USD (Usina Sustentável Dedini), que utiliza a mínima quantidade de matérias-primas e insumos para obter o máximo de produtos mitigadores de emissões.


A criação da USD é resultado da experiência que a Dedini acumulou com os projetos e o fornecimento de usinas ‘chave na mão’. Ao longo de sua história, dos 100 anos de fundação completados em 2020, a empresa já forneceu 108 usinas completas no Brasil, 29 dessas plantas para o exterior, e 115 plantas de cogeração, os maiores fornecimentos mundiais do setor.


A Dedini utiliza um sistema de tratamento de água e esgoto que associa o método biológico com polimento físico-químico, que melhorou a circulação de lodos no reator que já era usado e agregou um processo de dosagem físico-química. Com isso, poluentes como o fosfato e nitratos, que quando lançados ao meio ambiente são alimentos para a proliferação de algas em mananciais, são praticamente eliminados.


Além disso, o sistema está em sintonia com o projeto ambiental desenvolvido pela Dedini, no projeto Água, implantado na Fundição da Dedini Indústrias de Base a partir de 2002. O projeto conseguiu reduzir 29,5% do volume de água captada do Rio Guamium, sendo que o reaproveitamento ou reuso dessa água usada na produção chegou a 99%. No mesmo período, a empresa deixou de gerar/lançar 142.500 m³/mês de efluentes.


O investimento para esse salto de qualidade foi de R$ 2,4 milhões. O projeto Água tem como estrutura fundamental as áreas social, econômica e ambiental, envolvendo a preservação da microbacia do Guamium, uma das principais integrantes da bacia hidrográfica do município de Piracicaba. Isso inclui o reflorestamento de áreas que compõem essa bacia, feito em parceria com a ONG Florespi.


Em 10 anos, aproximadamente 13 mil mudas foram plantadas, 97.000 m² reflorestados, desde 2005, por meio de 50 espécies nativas, sendo que 10 espécies estão na lista das ameaçadas de extinção. O projeto foi viabilizado com a construção de um viveiro sustentável e serviu de base para um trabalho de educação ambiental, desenvolvido pela empresa, junto a alunos da rede pública.


"Além de conhecer as ações, em especial o reflorestamento da mata ciliar do Guamium, os alunos plantam mudas nativas", conclui o parlamentar ao discorrer sobre o rol de atuação da empresa Dedini, no apoio a projetos na área socioambiental.


Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946


2 visualizações0 comentário