Buscar
  • Vereador Pedro Kawai

Kawai ressalta característica do Engenho Central para grandes eventos

Vereador pediu que Executivo “analise um pouquinho melhor” a ocupação do local que recebe Festa das Nações, Paixão de Cristo, entre outros



Contrário à proposta do Executivo em instalar a Pinacoteca Municipal “Miguel Dutra” no Engenho Central, o vereador Pedro Kawai (PSDB) pediu que a decisão seja analisada “um pouquinho melhor”, já que pode afetar o espaço na sua principal característica estabelecida ao longo das últimas décadas: ser a sede de grandes eventos, como Festas das Nações, Paixão de Cristo, entre outros.


“Foi pensado para isso, programado para ter eventos como a Festa das Nações, que reúne praticamente todas as entidades do Município e a renda dela toca estas instituições praticamente o ano todo”, disse, ao lembrar que, antes, era realizado no Lar Franciscano, mas se tornou impossível por conta do crescimento.


Ao usar o espaço dedicado aos oradores, por 10 minutos, na 21ª reunião ordinária da Câmara, na segunda-feira (9), Kawai destacou ainda que, ao longo dos últimos 16 anos, o Engenho Central recebeu diversos investimentos, gradativamente, ano a ano. “Quem não se lembra de como era o piso, com pedra britada”, ressaltou, ao destacar que foram instalados ao longo de todo o espaço os pisos intertravado.


Outro evento de referência no Engenho Central é a realização da Paixão de Cristo, considerada uma das mais importantes peças teatrais ao ar livre do País, que recebe aporte da Lei Rouanet, com apoio de grandes empresas. “Temos as festas japonesas, festas do frango e da batata”, enumerou.


“O prefeito tem a autonomia de fazer o que ele quiser, mas nós temos autonomia de discordamos das decisões do prefeito, inclusive como ex-funcionário da Semac (Secretaria Municipal de Ação Cultural)”, acrescentou Kawai, ao destacar que já trabalhou na pasta. “Eu acho que essa mudança está sendo mal planejada, porque o espaço que está sendo pensado para a Pinacoteca não está preparado e, a meu ver, é pequeno para recebe-la”, conclui.



Texto: Erich Vallim Vicente - MTB 40.337

Supervisão: Rodrigo Alves - MTB 42.583

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401

14 visualizações0 comentário