top of page
Buscar
  • Foto do escritorVereador Pedro Kawai

Comunidade do Costa Rica faz 'abraço da paz' em escola

Estudantes, professores e direção seguraram balões brancos e mensagens de paz em cartazes; vereador Pedro Kawai acompanhou ato


Era pouco mais de meio-dia desta terça-feira (4) e a ampla calçada em frente à rua Vaticano, 28, ganhou um aspecto diferente. Naquele instante, a comunidade da Escola Estadual Attilio Vidal Lafrata, no bairro Jardim Costa Rica, deixava a sala de aula para um "abraço da paz". Em suas mãos haviua bexigas brancas e cartazes com uma série de mensagens, todas enfáticas em torno do tema. O ato, liderado por 150 alunos, professores, funcionários e direção, foi acompanhado por alguns pais e pelo vereador Pedro Kawai (PSDB).


A ação foi motivada depois de acontecimentos violentos recentes em escolas: nos Estados Unidos, um ataque provocou a morte de três crianças e três adultos; em São Paulo, uma professora de 71 anos morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas após serem esfaqueadas por um aluno de 13 anos; casos foram registrados ainda em Itu, Indaiatuba e Piracicaba, com duas ocorrências nas últimas semanas.


Segundo a diretora da Escola Attilio Vidal Lafrata, Adriana Pavan Fazanaro, o “movimento orgânico” surgiu de reunião com os professores, para pedir mais respeito e paz, pensando na saúde mental da comunidade escolar com um todo. “Os estudantes se sentiram bem, pensaram em produzir os cartazes e colocaram o tema nas rodas de conversa em sala de aula. É um princípio, uma primeira ação, que certamente acarretará em um projeto mais amplo, na busca do resgate da educação, para que tenhamos paz no cotidiano”, diz.


Do lado de fora da escola, após percorrer seus corredores e salas de aula, além de conversar com estudantes, funcionários e coordenação, o vereador Pedro Kawai acompanhou o movimento. Ele pode presenciar as mensagens expressas nos cartazes. Frases como: “Que vençam os pensamentos de paz!”; “Se todos nós dermos as mãos, quem sacará as armas?”; “Que a paz seja uma realidade e não apenas um desejo”; “Que a paz prevaleça, que a felicidade aconteça e que o amor permaneça”.


Kawai lembrou que o “abraço” dado pela Escola Attilio Vidal Lafrata fortalece, de forma única, o desejo da comunidade escolar com um todo. “A escola sempre foi conhecida pela sua harmonia, por despontar com bons projetos e oferecer qualidade de ensino. Eu precisava estar junto deles novamente nesse momento e acompanhar de perto. É um gesto representativo, em que todos merecem os parabéns”, declarou.


A Escola integra o Programa de Ensino Integral (PEI – 7 horas), do Governo do Estado de São Paulo, ancorado no lema do “Projeto de Vida”, em que todas as ações e metodologias fortalecem o protagonismo do estudante e a sua construção como cidadão autônomo, solidário e competente.


No dia a dia da sala de aula, por exemplo, são pensadas coletivamente as regras de convivência, constantemente revisadas, e trabalhados pilares como aprender a conhecer, aprender a ser, aprender a fazer e aprender a conviver.


Segundo a coordenadora pedagógica Rainez Franco, no ano passado a escola desenvolveu trabalho de diálogo e aproximação com os alunos e seus familiares. Com apoio de convidados de diferentes áreas e movimentos, os ciclos de palestras debateram temas atuais, como o bullying, a diversidade sexual e o racismo. “Este ano continuaremos com os temas do bullying e o racismo e incluiremos a violência contra a mulher”, informou.





Texto: Rodrigo Alves - MTB 42.583

Supervisão: Rebeca Paroli Makhoul - MTB 25.992

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page